domingo, março 15, 2015

Azulinha - manhã 2

A Azulinha continua a cumprir o fim de semana de turismo em casa de um aluno da sala do pré-escolar (o meu filho G.) e a manhã de hoje foi nova delícia.

- G., vai lá ver à cozinha se a Azulinha precisa de alguma coisa.
(lá foi ele, solícito, falando de modo que se ouvia no nosso quarto).
- Azulinha, estás bem? Dormiste bem? Queres comer? Precisas de alguma coisa?
- Priii, piu, prriiii, pi piu prrrrrr
- Oh, está bem...
(de novo, ouvimos os passitos em ritmo de corrida na direção do nosso quarto, esperando com naturalidade pela versão dele do sucedido. Ao entrar no quarto, o G. travou, baixou a cabeça e deixou cair os ombros, num gesto típico de desânimo).
- Então filho, que disse a azulinha?
- (com a voz triste e a arrastar-se) Oh, ela disse para eu me ir embora.

Sem comentários: